Formação profissional de jovens na América Latina

Hoje participei de conversa sobre o tal de novo ensino médio. A conversa buscou situar qual é a do quinto itinerário, flexão voltada para a educação profissional. Na minha opinião a reforma proposta será um tremendo fracasso. As escolas se organizarão para fazerem o que já fazem, atendendo formalmente a reforma. Farão o velho com versão do novo. No caso da formação profissional, as propostas serão bobagens para enganar a freguesia.O ensino médio é parte do ensino básico. Fatia-lo, com essa história de vários itinerários formativos, retoma diferenças que irão penalizar ainda mais os pobres que conseguem chegar ao secundário. A proposta de profissionalização ignora completamente o que vem ocorrendo em nosso país, o aumento cada vez maior da formação técnica pós secundária. Sobre isso, sugiro olhada em estudo que fiz para a UNESCO, numa publicação que inclui também análises da questão no México e na Colômbia: Incluir a los jóvenes. Retos para la educación terciaria técnica en América Latina:

http://www.iiep.unesco.org/fr/incluir-los-jovenes-retos-para-la-educacion-terciaria-tecnica-en-america-latina-12865

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: