Blogs e Educação

Há uns vinte dias, a jornalista Roberta Braga me pediu para falar sobre blogs e educação, tendo em vista matéria que ela estava escrevendo para a revista Profissão Mestre. Minhas opiniões seguiram, por escrito, na forma de respostas a duas perguntas formuladas pela Roberta. Como norma geral, as respostas que a gente dá para pergutas de jornalistas que estão escrevendo uma matéria nunca são publicadas na íntegra. Em parte, isso é explicado por conveniências de edição. Em parte, pela existência de outras fontes consultadas por quem redige a matéria.

Caso receba exemplar da revista com a matéria da Roberta, farei o devido registro aqui no Boteco. Para quem quiser ver o que repondi, publico aqui texto que encaminhei à jornalista:

1-    Os blogs são uma boa ferramenta para ensino-aprendizagem? Por quê?

Blogs são instrumentos de comunicação no ciberespaço. São um convite à conversa. Oferecem a qualquer pessoa oportunidade de ser autor ou autora. São vitrines que apresentam o cidadão do ciberespaço para outros cidadãos que tem os mesmos interesses. Permitem que o autor expresse opiniões pessoais com muita liberdade.

Além de ser um espaço de liberdade para expressar pensamentos pessoais, os blogs apresentam diversas vantagens técnicas. São muito fáceis de criar. Além de texto, podem apresentar imagens, vídeos e ilustrações. Outra vantagem: são fáceis de editar. Por isso, os autores podem sempre corrigir ou eliminar mensagens.

Uma característica dos blogs é sua natureza de espaço para diálogos. Comentários a posts podem ser oportunidades para troca de ideias, para a manifestação de discordâncias, para a indicação de informações etc.

Ressaltei até aqui as virtudes comunicativas dos blogs. Fiz isso porque prefiro começar pela comunicação, não pela pedagogia ou pela didática. Quando começamos a análise dos blogs pelas vantagens educacionais, corremos o risco de domesticá-los, limitando em demasia suas virtudes no campo da comunicação. Acho que os blogs podem ser uma boa ferramenta de ensino-aprendizagem se seus usos na escola não reduzirem as possibilidades comunicativas dos mesmos ao local, á sala de aula, aos professores e alunos.

2-     Como usar os blogs na educação?

Começo com uma resposta aparentemente óbvia: os blogs precisam ser utilizados como blogs. Ou seja, precisam ser utilizados como instrumento de autoria e comunicação no ciberespaço. Qualquer proposta de uso de blogs em educação precisa garantir que os alunos sintam-se cibercidadãos.

Como acontece com qualquer instrumento de comunicação, é preciso que os blogs sejam utilizados com imaginação. Tento esclarecer isso com uma fórmula que está num artigo que publiquei na revista Quaderns Digals: tecnologia = ferramenta + imaginação. Nesse sentido, não há cartilhas prontas sobre o assunto. O uso de blogs nas escolas depende muito de professores que consigam criar bons desafios de comunicação para os alunos.

Não quero dar uma resposta fechada para a pergunta, mas sugiro que o como usar blogs em meios educacionais pode ser orientado por um conjunto de princípios. Listo aqui mais importantes para mim:

  • Promova a autoria. Incentive seus alunos a escreverem seus próprios textos.

  • Busque autenticidade. Procure fazer com que seus alunos se envolvam com assuntos que são do interesse da sociedade. Evite escolarização dos blogs.

  • Garanta liberdade de expressão. Não censure a produção dos alunos.

  • Incentive circulação pelo ciberespaço. Não pare na escola e em interesses curriculares imediatos. Procure fazer com que os blogs de seus alunos ganhem espaço na web, com a máxima participação possível de cibernautas de toda parte.

  • Promova contatos internacionais. Os blogs são ótimos instrumentos para andar pelo mundo, conhecer gente de outros países. Tente fazer com que seus alunos vivam tal experiência.

  • Ajude a construção de identidades digitais. Nas comunicações via internet, as pessoas vão construindo uma nova dimensão de identidade, ancorada em sentimentos de cibercidadania. Essa é uma oportunidade que não podemos perder ao blogar.

Anúncios

4 Respostas to “Blogs e Educação”

  1. Carmem Sasaki Says:

    Gosto muito de blogs, mas o que vejo quando o assunto é educação são páginas pessoais onde não há quase comentários, pois estão sujeitos a liberação do dono…acredito que grande maioria o faz por vaidade…infelizmente a troca é muito pouca…

  2. emdialogo@gmail.com Says:

    Ola, tudo bem? Faço parte de um projeto oriundo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal Fluminense (UFF) chamado Portal Emdialogo (www.emdialogo.uff.br). A proposta desse projeto é propocionar um ambiente virtual de diálogo para as juventudes e alunos do ensino médio terem oportunidade de serem ouvidos e discutirem diversas questões e suas relações com a sexualidade, a escola, raça, as juventudes, tecnologia entre outros. Gostariamos que você, jutamente com seu blog, fizessem parte das nossas discussões. Recentemente criamos a comunidade “Raça Humana” (http://www.emdialogo.uff.br/node/3181), nela estamos discutindo questões de raça e etinia. Navega lá no site (www.emdialogo.uff.br) e participe com a gente. Estamos também nas redes sociais: Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=1800787188 e twitter: @emdialogo.

    Abração,
    Francielle
    Equipe Emdialogo – Belo Horizonte

  3. Teresa Says:

    Gostei muito Prof. Jarbas.

  4. ANELIZA Says:

    Excelentes dicas! Parabéns pelo ótimo blog. É sempre bom visitar blogs cheios de personalidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: