Archive for abril \11\+00:00 2012

Livros censurados

abril 11, 2012

Acaba de sair o 2012 State of America’s Library Report, documento da Associação Americana da Bibliotecas. O panorama do livro não é róseo. Com a crise, houve grandes cortes nas bibliotecas gringas. Muitos profissionais do ramo perderam o emprego.

O relatório inclui outro ponto preocupante: grupos de pressão, num leque que vai dos fundamentalistas religiosos a esquerdistas preocupados com o politicamente correto, não querem certos livros na prateleiras das bibliotecas públicas e escolares. Imagino que o Sítio do Picapau Amarelo estaria na lista se fosse conhecido no Norte. Copio aqui a lista dos dez mais perseguidos pela fúria dos censores. Cada obra é acompanhada por um resumo dos alegados motivos que levam os militantes da censura a condená-la.

Book banning efforts were alive and well in 2011.  The ALA Office for Intellectual Freedom (OIF) received 326 reports regarding attempts to remove or restrict materials from school curricula and library bookshelves.  The Top Ten Most Frequently Challenged Books of 2011 include the following titles; each title is followed by the reasons given for challenging the book:  

1)      ttyl; ttfn; l8r, g8r (series), by Lauren Myracle 
Offensive language; religious viewpoint; sexually explicit; unsuited to age group

2)      The Color of Earth (series), by Kim Dong Hwa
Nudity; sex education; sexually explicit; unsuited to age group

3)      The Hunger Games trilogy, by Suzanne Collins
Anti-ethnic; anti-family; insensitivity; offensive language; occult/satanic; violence

4)      My Mom’s Having A Baby! A Kid’s Month-by-Month Guide to Pregnancy, by Dori Hillestad Butler
Nudity; sex education; sexually explicit; unsuited to age group

5)      The Absolutely True Diary of a Part-Time Indian, by Sherman Alexie
Offensive language; racism; religious viewpoint; sexually explicit; unsuited to age group

6)      Alice (series), by Phyllis Reynolds Naylor
Nudity; offensive language; religious viewpoint

7)      Brave New World, by Aldous Huxley
Insensitivity; nudity; racism; religious viewpoint; sexually explicit

8)      What My Mother Doesn’t Know, by Sonya Sones
Nudity; offensive language; sexually explicit

9)      Gossip Girl (series), by Cecily Von Ziegesar
Drugs; offensive language; sexually explicit

10)  To Kill a Mockingbird, by Harper Lee
Offensive language; racism

Ecologia, alimentação e horta escolar

abril 11, 2012

Acabo de receber da Graó informação sobre nova publicação: El huerto escolar ecológico. Não conheço o livro indicado, mas acho que o mesmo deve seguir linha similar ao projeto Edible Schoolyard, sobre o qual publiquei post alguns dias atrás. Faço anúncio da obra para repartir informação com interessados pelo assunto.

Novas tecnologias: lições do século IV

abril 5, 2012

Acabo de ler o livro cuja figura abre este post. Os autores contam a história de dois revolucionários livreiros: Origines e Eusébio. Eles mudaram substancialmente o livro, abandonando o rolo e desenvolvendo muitas das possíbilidades oferecidas pelo códex (a forma de livro que temos até hoje)

A história desses dois gênios mostra como usos criativos de novas tecnologias exigem mudanças profundas na organização de conteúdos, nos modos de entender finalidades da comunicação. Esse é um aspecto que muita gente ignora hoje quando louva as maravilhas que vão chegando continuamente às lojas de equipamentos digitais. Acho que falta pra muita gente faro histórico. E ausência de faro nos leva a engolir muita coisa pobre em substância.

Recomendo o livro de Grafton e Williams a todo mundo que queira falar sobre tecnologia com lastro histórico.