Invasão de privacidade

Nossa vida anda sendo invadida por organizaçóes poderosas via TIC’s- Tecnologias da Informação e Comunicação. Serviços da internet, cartões de crédito, IR, passagens aéreas etc. recolhem nossos dados com promessa de sigilo. Dá para confiar? Acho que não. Talvez não haja conspirações como aquelas que atribuem ao Google, por exemplo. Mas, certamente, nossa vida privada está sofrendo sérios riscos.

Reproduzo aqui texto que me foi encaminhado por Giulio Vicini. Na mensagem que recebi, o artigo é atribuído a Fernando Verríssimo. Não verifiquei autenticidade. Espero que não seja mais um dos casos de autoria contestável – coisa que anda acontecendo com frequência na internet. De qualquer forma, a história é boa e merece divulgação. Lá vai:

 

Como pedir uma pizza em 2015

Telefonista: Pizza Hot, boa noite! 

*Cliente: Boa noite! Quero encomendar pizzas….

Telefonista: Pode me dar o seu NIDN?
* Cliente: Sim, o meu número de identificação nacional é 6102-1993-8456-54632107.
* Telefonista: Obrigada, Sr.Lacerda. Seu endereço é Avenida Paes de Barros, 1988 ap. 52 B, e o número de seu  telefone é 5494-2366, certo?   O telefone do seu escritório da  Lincoln Seguros é o 5745-2302 e o seu celular é 9266-2566.
* Cliente: Como você conseguiu essas informações todas?
* Telefonista: Nós estamos ligados em rede ao Grande Sistema Central.
* Cliente: Ah, sim, é verdade! Eu queria encomendar duas pizzas, uma de quatro queijos e outra de calabresa…

* Telefonista:
Talvez não seja uma boa idéia…

* Cliente:
O quê?
* Telefonista: Consta na  sua ficha médica que o Senhor sofre de hipertensão e tem a taxa de colesterol muito alta.     Além disso, o seu seguro de vida proíbe categoricamente escolhas perigosas para a sua saúde.
* Cliente: É  você tem razão! O que você sugere?
* Telefonista: Por que o Senhor não experimenta a nossa pizza Superlight, com tofu e rabanetes? O Senhor vai adorar!
* Cliente: Como é que você sabe que vou adorar?
* Telefonista: O Senhor consultou o site ‘Recettes Gourmandes au Soja’ da Biblioteca Municipal,dia 15 de janeiro, às 4h27minh, onde permaneceu conectado à rede durante 39 minutos.
Daí a  minha sugestão…
* Cliente: OK está bem! Mande-me duas pizzas  tamanho família!
* Telefonista: É a escolha certa para o Senhor, sua esposa e seus 4 filhos, pode ter certeza.

* Cliente
: Quanto é?
* Telefonista: São R$ 49,99.
* Cliente: Você quer o número do meu cartão de crédito?
* Telefonista: Lamento, mas o Senhor vai ter que pagar em dinheiro. O limite do seu 
cartão de crédito já foi ultrapassado.
* Cliente: Tudo bem, eu posso ir ao Multibanco sacar dinheiro antes que chegue a pizza.
*Telefonista: Duvido que consiga! O Senhor está com o saldo negativo
no  banco.
*Cliente: Meta-se com a sua vida! Mande-me as pizzas que eu arranjo o dinheiro. Quando é que entregam?
* Telefonista: Estamos um pouco atrasados, serão entregues em 45 minutos.  Se o Senhor estiver com muita pressa pode vir buscá-las, se bem que transportar duas pizzas na moto não é aconselhável, além de ser perigoso…
* Cliente: Mas que história é essa, como é que você sabe que eu vou de moto?
* Telefonista: Peço desculpas, mas reparei aqui que o Sr. não pagou as últimas prestações
do carro e ele foi penhorado. Mas a sua moto está paga, e então pensei que fosse utilizá-la.
* Cliente: @#%/§@&?#>§/%#!!!!!!!!!!!!!
* Telefonista: Gostaria de pedir ao Senhor para não me insultar…  Não se esqueça de que o Senhor já foi  condenado em julho de 2006 por desacato em público a um Agente Regional.

* Cliente: (Silêncio)
* Telefonista: Mais alguma coisa?
* Cliente: Não, é só isso… Não, espere… Não se esqueça dos 2 litros de Coca-Cola que constam na promoção. 

* Telefonista: Senhor, o regulamento da nossa promoção, conforme citado no artigo 3095423/12, nos proíbe de vender bebidas com açúcar a pessoas diabéticas…..

* Cliente: Aaaaaaaahhhhhhhh!!!!!!!!!!! 
Vou me atirar pela janela!!!!!
* Telefonista: E machucar o joelho? O Senhor mora no andar térreo! 

(Luiz Fernando  Veríssimo)

Anúncios

Uma resposta to “Invasão de privacidade”

  1. Doralice Araújo Says:

    É mais uma das suas postagens formidáveis, meu querido colega Jarbas. Lembrei, depois de ler o texto supostamente do Veríssimo, daquele projeto ( não sei se já é lei…) de documento único no Brasil.

    O texto acima é muito divertido – e, ao mesmo tempo, assustador. Detesto quando recebo em casa as tais correspondências de bancos, sem nem mesmo neles ter conta. É de fato uma invasão na nossa vida.

    Receba o meu abraço, além da certeza de que sempre estou aqui. Puxo o meu banquinho para sentar e aguardo a prosa que você com tanto carinho nos oferece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: