Sherlock Homes Censurado

Volta e meia surge um caso de censura em educação. Já abordei aqui alguns deles. A ocorrência não tem fronteiras. Há censura aqui. Há censura em outros países, sobretudo nos Estados Unidos.

Desta vez, conforme noticia do Los Angeles Times, o censurado é Sherlock Homes, mais particularmente uma das aventuras escritas por Conan Doyle sobre o famoso detetive britânico: A Study in Scarlet.

A censura ocorreu no distrito escolar de Albemarle County, no estado da Virgínia. A Study in Scarlet foi listado como leitura em programa de língua inglesa para alunos de nível equivalente a nossa 7ª série. A mãe de um aluno solicitou proibição da obra, alegando que a mesma apresenta os Mórmons de modo desfavorável. A alegação foi aceita e Sherlock foi banido do programa de leituras das escolas públicas do lugar.

É curioso notar que o trecho citado como desfavorável ás crenças mórmons diz que o personagem precisava manter secretas suas opiniões sobre aquele credo, temendo perseguição ou incompreensão.

Interessados poderão ver matéria completa do Los Angeles Times  sobre o assunto, clicando sobre a figura que segue.

Anúncios

3 Respostas to “Sherlock Homes Censurado”

  1. Ana Oliveira Says:

    Olá,

    Aqui é Ana Oliveira, trabalho para o Instituto Claro e gostaria do seu contato de e-mail para falar sobre o o Prêmio Instituto Claro.

    Obrigada

  2. jarbas Says:

    O , Ana.

    Tentei contato via email. Parece que há um problema com seu endereço. As mensagens retornam. Por isso, segue aqui meu email:

    jarbas.barato@gmail.com

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: