Educação popular: um belo exemplo

Já  publiquei aqui informação sobre a campanha “De Pé No Chão Também se Aprende a Ler e Escrever“. Soube agora que alguém acaba de acessar o vídeo que anexei a este blog sobre a citada campanha. Por isso, fui ao Youtube para verificar se haveria outros vídeos sobre um dos trabalhos educacionais mais importantes e envolventes que aconteceu em nosso país. Encontrei novidades. E, no final desta conversa, vou anexar uma delas ao post.

Volto ao assunto com bastante emoção. A alma da campanha “De Pé No Chão…” foi Moacyr de Góes, secretario de educação da cidade de Natal, RN, no começo dos anos de 1960. Moacyr, falecido há cerca de dois anos, era meu amigo. Conversei bastante com ele sobre a campanha. O livro dele sobre a experiência de educação popular acontecida na capital do Rio Grande do Norte é leitura obrigatória para gentes que se dizem educadores.

No Youtube, encontrei uma fala do Osmar Fávero sobre a campanha “De Pé no Chão…“. Outra razão para me emocionar. Trabalhei muitas vezes com o Osmar quando era membro da diretoria da Ande (Associação Nacional de Educação) em ocasiões de planejamento anual da CBE (Conferência Nacional de Educação). Isso foi nos começos dos anos de 1980. No vídeo vejo um Osmar bastante mais maduro, quase idoso, fazendo um rápido apanhado da importância da campanha.

Não preciso acrescentar mais comentários sobre o movimento coordenado por meu amigo Moacyr de Góes. É melhor ouvir o que o Osmar tem a dizer. Confiram isso no vídeo que estou anexando a este post.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: