Educação e mercadoria

Mercadistas, neolibs e outros atores sociais louvam o produto educação. A relação de ensino-aprendizagem é apresentada como um mercadoria a ser ofertada para clientes que dela necessitam. É claro que o discurso dessa gente não é apresentado com a crueza mercadista de vendedores de tomate. Mas, no fundo, tudo é produto, tudo é mercadoria, tudo obedece a lei de demanda e oferta. Discussões sérias sobre o tema não vão em frente. Mercadistas acusam os críticos de atrasados ou até de reacionários.

Parece que a questão pode ser colocada criticamente a partir da máxima latina “ridendo castigat mores”. Ou, seja, parece que a única saída crítica é o humor. Cheguei a essa convicção depois de ver um vídeo de Stephen Colbert, humorista gringo. Para quem quiser ver essa contribuição importante para colocar a idéia de que educação é mercadoria em seu devido lugar, segue link para o clip de Colbert:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: