Ameaças à escola pública

Em tempos recentes, jornais e especialistas (?) brasileiros em educação vem tecendo elogios entusiasmados às reformas do ensino na cidade de Nova Iorque. Tudo é apresentado como um mar de rosas, como um sucesso que deveria servir de farol para o Brasil. O que essa gente entusiasmada não informa é que há também grandes fracassos no caso e que o espírito da reforma é francamente privatista.

É preciso notar que o privatismo da educação nos Estados Unidos é muito diferente do nosso. Lá, o movimento não é o de converter as escolas num negócio lucrativo, embora em alguns casos essa hipótese não seja descartada. A ênfase do privatismo americano está na orientação de converter educação numa atividade gerida de acordo com valores de mercado. Na maior parte dos casos, as escolas reformadas continuam gratuitas e financiadas pelo estado, mas a administração delas é feita de acordo com as crenças numa eficiência gerencial de duvidosa eficácia (é bom lembrar que tal estilo de administração provocou uma imensa crise econômica global que ainda não foi sanada e que engoliu bilhões de dólares dos cofres públicos).

O assunto deveria ser mais estudado por nós. Nos Estados Unidos, autores de muito respeito como Mike Rose e Diane Ravitch estão mostrando que as reformas em curso são um caminho que tende a destruir ou enfraquecer a escola pública naquele país. Estou terminando de ler uma obra belíssima sobre o assunto: The Death and Life of the Great American Scchool System, de Diane Ravitch. Eu pretendia resenhar aqui este livro indispensável. Mas, não vou fazer isso agora. Acaba de sair no New York Review of Books uma resenha muito melhor do que qualquer coisa que eu possa escrever sobre o livro da professora Diane.

Antes de indicar link para a resenha do NYRB, quero insistir num ponto. Diane Ravitch escreve para conquistar o leitor. Nada de pedagogices. Nada de academicismo pseudo-erudito. Ler seu livro é um prazer. Texto limpo, agradável, bonito. Narrativa que empolga e deixa leitor com gosto de quero mais. Queria muito que nossos autores mais citados no campo da educação produzissem obras legíveis e bonitas como as de Diane Ravitch.

O New York Review of Books costuma deixar na Web, durante algum tempo,  seus artigos. How to Save the Schools, resenha do livro de Diane Ravich feita por E. D. Hirsch Jr. está no ar. Se você arranha o inglês e quer ficar bem informado sobre o que rola em termos de reformas educacionais nos States, não deixe de ler o que Hirsch escreveu. Para acessar o texto, clique sobre o destaque que segue:

Anúncios

2 Respostas to “Ameaças à escola pública”

  1. Tweets that mention Ameaças à escola pública « Boteco Escola -- Topsy.com Says:

    […] This post was mentioned on Twitter by Michel Goulart. Michel Goulart said: RT: @Novelino: Ameaças à escola pública. Análise de Diane Ravitch. Vejam mais no Boteco em http://bit.ly/cbFrKu //Gostei do texto, prof […]

  2. Fátima Campilho Says:

    Ih, Jarbas!
    Conhecemos pelo menos uma pessoa que deveria ler o seu post!!!
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: