Tecnologia, sociedade, história e filosofia

Preocupam-me bobagens que acabam se convertendo em verdades graças a uma repetição infindável de seus postulados inconsistentes. Goebbels,  ministro da propaganda no regime nazista, sabia muito bem disso, tanto é que dizia: “uma mentira mil vezes repetida se torna verdade autenticada”.

Não quero ser severo com chavões e supostas descobertas no campo das tecnologias da informação. Mas, muitas vezes me irrito ou ouvir, por exemplo, explicações que elevam ranhetices de adolescentes a novas formas de expressão, recorrendo a um suposto salto evolutivo dos nativos digitais. Isso, além de não ter qualquer originalidade, é pseudociência. Pior ainda quando os arautos dessas bobagens são adultos ciquentões aninhados em departamentos universitários ou burocracias dirigentes da educação.

A aceitação dessas bobagens que estou aqui a criticar parece ter como meio de cultura um entusiasmo fanático por avanços tecnológicos e por supostas mudanças comportamentais decorrentes de tais avanços. Tudo isso se deve a uma ingenuidade teórica de gente que ignora História.

Gostaria de escrever um texto bem arrumado sobre a questão. Mas, ando meio sem tempo. Para quem quiser continuar a conversa, recomendo um livro muito interessante: Designing information technology in the postmodern age. Como quase ninguém tem tempo para leituras extensas de obra como a que estou sugerindo, talvez valha a pena dar uma olhada em resenha da mesma. Se você estiver interessado, clique no  link abaixo e leia um texto apreciativo meu que acaba de sair  no Boletim Técnico do Senac.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: