O perigo de uma só história

Minha amiga Carmé Barba, via Twitter, observa que a fala de Chimamanda Adichie, escritora nigeriana, no TED é indispensável.  E sugestão da Carmé é um must.

Gente que sabe uma única história quase sempre conhece apenas a pior versão dos fatos. Vale a pena ver e escutar a lindíssima fala da também linda escritora da Nigéria. O inglês dela tem muita beleza (ótimo para quem quer praticar listening and comprehension). Mas, repare, há legenda em português. Para tanto, clique, na parte de baixo do VT, em View subtitles, e escolha Portuguese (Brazil).

Anúncios

12 Respostas to “O perigo de uma só história”

  1. July Says:

    Olá, faço parte da assessoria Literal Link e gostaria de incluir seu blog no nosso mailing. Se tiver interesse por favor mande um email para contato.

    Obrigada,

    July

  2. Augusto Says:

    Olá Jarbas,
    Também considero um must – legal saber que já tem legendas em português. Vou também compartilhar.

  3. Augusto Cuginotti » Convite para olhar de novo Says:

    […] de Investigação Apreciativa – e as vezes em outras ocasiões mais. Descobri com a ajuda do Jarbas que agora tem legenda em […]

  4. Monique Ronqui Says:

    Olá Professor!
    Muito interessante essa palestra da escritora Chimamanda Adichie.
    E como é triste ver que ainda há preconceito sobre determinada raça (como no caso), quando se desconhece até mesmo que África ao invés de um País é um Continente.

    Lamentável!

    Parabéns pelo Blog, amei tbm a rockeira mexicana!.
    LONG LIVE ROCK N’ ROLL! … rsrs

  5. Karol Coelho Says:

    Professor,
    faz muito sentido tudo o que ela fala!
    Nunca pode-se ouvir só uma versão da história, até porque cada um tem a sua visão das coisas e para criar uma visão mais própria é necessário ouvir a história de um mesmo lugar/objeto/pessoa em várias versões.

    Na quinta-feira passada fui ao TEDx Vila Madá (versão brasileira do evento), que tratou sobre “Juventude, o valor de suas idéias e ideais”. Foi muito bom! É realizado toda última quinta do mês.

    Abraço. (Turma de Jornalismo noturno)

  6. Melina - Jornalismo-noturno- primeiro ano Says:

    Olá Professor,
    Gostei muito da palestra, concordo com tudo e acredito que qualquer história, pessoa ou lugar possuem múltiplas histórias e pontos de vistas, tudo na vida é relativo, depende de como e por quem é retratado.
    Acredito que viajando, lendo, conhecendo novas culturas e pessoas, podemos abrir nossa cabeça para muitas histórias de um mesmo povo ou lugar.

  7. Amanda Saraiva Says:

    Olá Jarbas

    Adorei o vídeo! Muito bom mesmo!
    Os esterióspicos existem porém são um pouco perigosos. Devemos tomar cuidado para não taxar tudo e todos. Conhecer, antes de criticar e/ou tirar qualquer conclusão.

    A atividade de feriado valeu muito a pena. Obrigada pela dica!

    Amanda Saraiva
    Jornalismo noturno (DP filosofia matutino) – Butantã

  8. Conceição Rosa Says:

    Olá professor

    Vale a pena ver, também no TED, a palestra de Alisa Miller sobre a cobertura jornalística pratica nos EUA. Considerando que consumimos no Brasil muita informação via agências americanas, será que nossa visão da história/fatos também não é única?

    Obs.: Vou dormir embriagada hoje, passei muito tempo neste boteco…

  9. Robson Freire Says:

    Caríssimo Professor Jarbas

    Temos presenciado a muito tempo apenas uma historia dos “fatos” e sempre pela ótica do opressor. Vide casos de Israel e o povo palestino, toda a historia africana de exploração, além de outras únicas historias que são contadas aqui no Brasil que são as mais fantásticas obras de ficção já contadas.

    Fantástico o vídeo, mas principalmente que historia de vida e luta em prol da literatura de seu continente. Formar mais e mais pessoas que contem a mesma historia em diversos ângulos dá a exata dimensão do que se quer contar.

    Recomendei a outras pessoas a leitura do artigo e do vídeo.

    Abraços

  10. Natália Gramari Says:

    Olá professor.

    Incrível o vídeo.
    Assistindo-o, levo em consideração a construção de uma leve e invasiva fantasia que o outro obtém quando se escuta algo.
    Torna-se cômodo rotular sem antes mesmo pensar em, de repente, expandir sua visão.
    Automática é a subestimação. Como ela torna as pessoas incapazes. Como ela se faz jus ao poder.

    Já recomendei o vídeo para outras pessoas 🙂

    Um abraço.

  11. Tweets that mention O perigo de uma só história « Boteco Escola -- Topsy.com Says:

    […] This post was mentioned on Twitter by Jarbas Barato. Jarbas Barato said: @robsongfreire Veja destaque que fiz sobre a matéria em meu blog, mês passado: http://bit.ly/dDrz2c. […]

  12. Augusto Cuginotti | Convite para Olhar de Novo Says:

    […] Investigação Apreciativa – e as vezes em outras ocasiões também. Descobri com a ajuda do Jarbas que agora tem legenda em […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: