Música de boteco

A primeira vez que vi o fado fiquei em estado de graça.

Você deve estar estranhando a frase que abre este post. Talvez tenha me corrigido inconscientemente trocando o vi por ouvi. Mas não há erro não. Vi o fado pela primeira vez em 1979, em Lisboa. Antes já ouvira fados.

Fado é uma música para ser vista, como o tango. Gestos, expressão facial do cantante ou da cantante, roupa apropriada, cara e jeitão dos músicos, jogos de meia luz. Tudo isso é essencial para entender o fado. Conclusão: o fado é cantado para ser visto. Quem nunca viu o fado pouco conhece dessa maravilha portuguesa.

Fiz uma longa introdução para dizer que em alguns casos – e em algumas casas – o fado pode ser música de boteco. Não um boteco qualquer. Mas qualquer boteco na beira do cais de Lisboa. Enquanto espero nova oportunidade para ver um fado, contento-me com a performance de Ana Moura, apresentada a seguir.

Anúncios

2 Respostas to “Música de boteco”

  1. Quim Says:

    http://www.emma-actividades-musicais.pt

  2. Margarete Barbosa Says:

    Jarbas,

    Não vi o fado, ainda.
    Mas só de ouvir
    navego até Lisboa
    e contemplo o cais e as naus
    em reverente silêncio.

    Abraços

    Margarete

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: