Blogs: como começar?

Novo ano aqui no Boteco, estabelecimento cuja origem foi um desejo de conversar com meus alunos e amigos educadores sobre usos de blogs em educação. E lá se vão dois anos. A casa cresceu. Colocou mais mercadoria nas prateleiras. Fez alguns puxados. Eventualmente invadiu calçadas próximas para atender a mais fregueses. Perdeu alguns sócios. Ganhou outros. Teve altos e baixos. Continua funcionando.

No estoque há bastante material sobre blogs, como blogar, bons blogs, botecos de qualidade, registros de conversas sobre blogs em outros estabelecimentos etc. Como não há cardápio, a freguesia precisa bater o olho nas prateleiras e balcão para descobrir o que lhe agrada. Às vezes isso não é confortável para quem adentra o mundo blogal pela primeira vez. Por essa razão, vou fazer aqui uma promoção especial para marinheiros de primeira viagem. Se você está considerando a possibilidade de começar seu próprio blog, dê uma olhada na mercadoria que é exposta a seguir.

Condições fundamentais


Lilia Efimova, grande especialista em weblogs, diz que para blogar você precisa:

  • Escolher assuntos pelos quais é apaixonado.
  • Escrever sobre temas que fazem parte de seu repertório de saberes.

Bons conselhos os da Lilia. Tesão, ou paixão, é atributo essencial para tudo na vida. Aqui as coisas são muito claras. No caso dos repertórios de saberes é preciso explicar um pouquinho.

Você certamente sabe muito. Mas, às vezes, não sabe que sabe.  Seus conhecimentos podem estar escondidos até para você mesmo. Podem ser tácitos, como dizem os sociólogos do conhecimento. Uma maneira de desvelar esses saberes escondidos é escrever sobre eles. No começo talvez não seja fácil. Mas com o tempo, os prazeres da descoberta aumentarão seus desejos de blogar.

Razões ou motivos


Não blogue sem razão. Há muitos motivos que podem convencê-lo a se tornar autor na blogosfera. Aqui vão alguns deles. Blogue se você …

  • Deseja fazer amigos em lugares distantes.
  • Gosta de conversar com você mesmo.
  • Quer clarear idéias sobre coisa que sabe.
  • Quer conversar com pessoas que tem interesses parecidos com os seus.
  • Quer conversar com pessoas que tem idéias diferentes das suas.
  • Precisa guardar descobertas que vem fazendo em seu ofício.
  • Pretende melhorar suas capacidades comunicativas.
  • Gosta de aprender com seus acertos … e erros.
  • Quer ver seus progressos no tempo.
  • Sonha ser mais conhecido.
  • Pretende ampliar sua rede de relações profissionais.
  • Quer ter um canto na internet para conversar com velhos e novos amigos.
  • Acha que pode oferecer alguma contribuição no seu ramo de conhecimento.

Há muitos outros motivos. Você os descobrirá se começar seu próprio blog.

Explorações


Blogs tem um aqui/agora evidente. Tem um passado mais ou menos tangível. E tem certas dimensões escondidas. Para perceber parte desses ângulos blogais é bom explorar o recinto. Faça isso em algum blog. Pode ser aqui mesmo no Boteco Escola. Pode ser em qualquer blog pelo qual você possa passear. No fim da excursão, veja se você é capaz de nomear pelo menos três componentes do tecido de um blog.

Se você não quer se arriscar em navegações sem rumo no mundo dos blogs, aqui vão algumas indicações de blogs que merecem visita:

Contra- acadêmico


Blogs solenes, com um monte de frases em voz passiva, cheios de palavreado da tribo dos pedagogos ou de qualquer outra tribo, sem qualquer humor, não pegam bem. Essas coisas todas, muitas vezes vistas como requisito acadêmico, afugentam a freguesia, não dão conversa. É preciso lembrar que cada coisa que se escreve num blog precisa ser um “convite à conversa”. Assim, se você pretende, usar o blog para ir registrando rascunhos de seu TCC, dê meia volta e opte por outra ferramenta. A blogosfera agradecerá este seu favor.

Conheça alguns blogs


Há blogs famosos, premiados, na lista dos dez mais. É bom conhecê-los. Mas não no começo. O melhor é frequentar alguns espaços mais comuns, de gente como a gente, educadores que não sabem muito de informática ou web, mas conversam sobre coisas de nosso interesse. Segue aqui uma lista edublogs que podem inspirar marinheiros de primeira viagem.

Na escolha acima, usei instrumentos de busca e algumas informações que já tinha sobre blogs dos NTE’s  (Núcleos de Tecnologia Educacional). Não fiz uma seleção. Apenas fiz uma relação de blogs que estão em diferentes níveis e tem estilos também diferentes.

Na sua primeira viagem pelo mundo dos blogs não deixe de escrever comentários para alguma das mensagens que você leu. Se você não fez isso ao examinar algum dos blogs que listei acima. Volte a um deles e deixe lá suas palavras. Blog é conversa. Você foi convidado a entrar na prosa. Aceite o convite. Comente.

Por falar em comentário, faça algum também para esta minha mensagem.

Anúncios

7 Respostas to “Blogs: como começar?”

  1. Carlos Seabra Says:

    Belíssimo texto, Jarbas! Certamente quem estava pensando em “blogar” depois de te ler vai entrar de cabeça…

    Aproveito para dar mais alguns exemplos de blogs, citando alguns hospedados na Utopia:

    Panela da Zezé (http://blogs.utopia.org.br/panela) – receitas culinárias da Zezé Pina.

    Blog do Levi (http://blogs.utopia.org.br/levi) – textos de Levi Bucalem Ferrari, presidente da UBE – União Brasileira de Escritores.

    Poesia Latina (http://blogs.utopia.org.br/poesialatina) – poemas traduzidos do espanhol e outros idiomas latinos.

    Sabor de Uruguai (http://blogs.utopia.org.br/uruguai) – blog de uma brasileira sobre o Uruguai.

    Cineclube Online (http://blogs.utopia.org.br/cineclubeonline) – filmes para serem assistidos online ou feito download.

    Abração,
    Carlos

  2. jarbas Says:

    Grande Carlos,

    Obrigado por mais uma visita a este Boteco e pelas indicações. Abração, Jarbas.

  3. José Antonio Küller Says:

    Jarbas

    Concordo com Seabra. O texto etá muito bom e adequado ao iniciante. Gostei especialmente da relação de motivos para blogar.

    Quero também agradecer a indicação do Germinal – Educação e Trabalho como blog a ser visitado. Vinda de você, ela é duplamente especial.

    Ainda não desisti daquela idéia do Seminário (?) sobre Arquitetura Escolar. Continuo pesquisando. Em momento propício, volto entrar em contato.

    Abraços

  4. Jarbas Says:

    Alô Zé,

    Não tem que agradecer a indicação do Germinal. Ela é merecida. E nada há de ação entre amigos. Já vi muita gente que não lhe conhece pessoalmente elogiando seu trabalho blogal. Fico satisfeito com o resultado, pois me sinto um pouco “culpado” por sua presença na blogosfera.

    Também continuo interessado em estudos sobre educação e arquitetura. Vamos,sim, agitar o pedaço de alguma forma. Abraço grande,

    Jarbas

  5. antoniomorales Says:

    Seu texto é um bom estímulo para quem está “ensaiando” abrir um blog. Eu mesmo, até hoje, não me animei ter meu próprio blog apesar de participar e navegar por muitos deles e manter muitos deles em meus “favoritos” para visitas constantes. Mas quem sabe? Seu texto foi mais um empurrãozinho!

  6. jarbas Says:

    Grande Tonhão,

    Só posso dizer uma coisa: ÂNIMO! Abraço, Jarbas.

  7. Fabiana Ferraz Says:

    Interessante a idéia de fazer um blog, nunca havia pensado nisso, mas agora vou pensar com mais afinco a princípio para escolher um tema.
    Valeu Profº Jarbas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: