Archive for abril \07\+00:00 2008

Mais uma ponte para Portugal

abril 7, 2008

Nosso trabalho (meu e de meus alunos) gerou conversas em diversos lugares. Saímos da sala de aula e entramos no ciberespaço. Conversamos com muitos amigos no Brasil. E temos também um bom número de ciberamigos em Espanha e Portugal. Acabamos de incluir na roda mais um educador português, Luís Vila. Publico aqui uma mensagem muito simpática que recebi do Luís. Ela é mais um exemplo da força comunicativa da blogosfera.

Olá Professor Jarbas!

Escrevo de Portugal para lhe dizer que tenho lido e referenciado o seu trabalho, que conheci através de Quaderns Digitals nem há um mês. Por isso devo dar-lhe os meus parabéns!
Como recém interessado pela utilização dos blogues na educação, particularmente na educação e formação de adultos, preocupo-me essencialmente com a promoção das competências TIC nos adultos, pois acredito que desta forma estamos a contribuir para diminuir o fosso existente entre as diversas gerações, criando para uma sociedade mais coesa e desperta para a necessidade de formação ao longo da vida.
A Web 2.0, especialmente através da utilização dos blogues, torna mais fácil o acesso às TIC e, para além das competências que desenvolve na área tecnológica, permite demonstrar e/ou desenvolver muitas outras competências em áreas tão diversas como o domínio escrito da língua portuguesa e estrangeira, a cidadania, etc.
Estou certo que não é um milagre educativo, mas aproveitando a motivação que desperta nos adultos (especialmente em torno das TIC) estou convencido que temos um forte complemento para comunicar (e comunicar é educar).
Na passada sexta-feira defendi estas ideias e para continuar a discussão criei o blogue http://mittendo.blogspot.com/ . Ficaria muito satisfeito se pudesse contar com algum comentário seu.
Continuação de bom trabalho e, desde já, muito obrigado!

Cumprimentos,
Luís Vila

O Sonho da Razão. Uma história da filosofia.

abril 6, 2008

Ontem, em conversa com meus alunos filósofos da Licenciatura, fiz referência à obra O Sonho da Razão. Mas minha memória cansada vem falhando miseravelmente. Não consegui lembrar-me do nome do autor. Prometi elaborar uma informação mais decente sobre a obra. Faço isso agora.

The Dream of Reason é uma história da filosofia que mereceu resenha muito favorável no New York Review of Books no ano de sua publicação, 2000. O autor, Anthony Gottlieb, formado em filosofia pela Universidade de Oxford, é um jornalista super conceituado no Reino Unido. Gottlieb não deixou a filosofia de lado. Continuou a estudá-la. E quando pintou a oportunidade escreveu uma história bem fundamentada da disciplina. Como é jornalista dos bons, colocou seu texto claro e elegante a serviço do leitor. Coisa rara em livros acadêmicos. Por isso recomendo a obra. Com o passar dos anos tenho paciência cada vez mais curta com obras cujo texto é impenetrável.

A obra de Anthony Gottlieb foi traduzida ano passado para o português. Você pode encontrar um referência sobre ela clicando na imagem abaixo.

Bons recursos para WebGincanas

abril 3, 2008

Na construção de WebGincanas, quando buscamos recursos – conteúdos – que podem ser indicados como fontes de investigação para responder certas questões do Desafio, geralmente pensamos em textos. Isso é natural, pelo menos para as gerações que foram educadas tendo textos como principal recurso de ensino. Mas o ambiente Web tem muito mais recursos que páginas de texto. Tem figuras. Tem movimento. Tem vídeos. Tem sons.

A Web não oferece apenas variedade de formas e fontes. A Web é um espaço a ser explorado. Ambientes construídos com recursos computacionais podem criar espaço que não apresenta de cara as informações de modo ordenado e linear. Bons ambientes computacionais são universos que podem ser explorados de diversas formas. Quando isso acontece, interesse e curiosidade, em vez de ordem pré-estabelecida, passam a ser os condutores da investigação ou “leitura”. Em outras palavras, bons ambientes computacionais permitem que os interessados façam seus próprios caminhos na exploração das informações disponíveis.

O assunto aqui introduzido merece mais conversa. Voltarei a ele em outra ocasião. Agora quero fornecer alguns exemplos de ambientes que podem ser “explorados” pelas pessoas que buscam informação. Um deles foi disponibilizado pelo IBGE, e pode ser encontrado aqui, em países.

Um outro recurso interessante no campo da geografia é o Geography Zone. Nesse ambiente há um desafio sobre países do mundo que você pode enfrentar. Para ver com andam seus conhecimentos sobre geografia do nosso planeta clique aqui e entre no jogo.

Como utilizar esses dois recursos numa WebGincana? Num e noutro caso, será necessário criar uma questão que exija “exploração” por parte dos alunos. No caso do material sobre países do IBGE, pode-se criar uma questão que obrigue os investigadores a fazerem certas comparações entre diversas nações. Exemplo: pode-se propor uma exploração do continente africano para ranquear dez países quanto ao número de habitantes por quilômetro quadrado. No segundo caso, pode-se solicitar que os alunos joguem o jogo e tentem obter, na segunda rodada, pelo menos 50% de acerto. Vou preparar estas duas questões de modo mais completo para exercício com meus alunos. Mais tarde vou publicá-las aqui para análise dos interessados.

Música na escola

abril 3, 2008

Recebi mensagem de minha amiga Beth Fadel indicando portal com informações sobre projeto de lei que tem por objetivo fazer com que música volte a ser conteúdo obrigatório na educação escolar. Este é um projeto que vale a pena apoiar e acompanhar. Educação sem música é educação incompleta. Acho que eu já disse isso em algum lugar, mas vale a pena repetir: “a música era, segundo o indispensável História da Educacão na Antiguidade, de Henri Marrou, o conteúdo fundamental da educação grega na era clássica”. Já é hora de recuperar tal proposta, pois a música nos torna mais humanos. Para ver o portal indicado pela Beth, basta clicar aqui.

Vai aqui um complemento sobre a importância da música em nossas vidas. O noticiário do Yahoo publica mais uma vez matéria sobre estudos científicos que mostram a importância da música, mais particularmente o canto, para nossa saúde. Veja a matéria em Quem Canta seus Males Espanta.