Archive for 18 de março de 2008

Gente e Tecnologia

março 18, 2008

Aqui está mais uma preciosidade encontrável no Youtube. Trata-se de documentário sobre Donald Norman, cientista da área das ciências do conhecimento. Depois de uma brilhante carreira na Universidade da Califórnia em San Diego, Don resolveu escrever obras acessíveis sobre a relação das novas tecnologias com gente. O livro que o projetou como um cientista capaz de conversar com pessoas comuns sobre o que anda rolando no campo do desenvolvimento tecnológico é The Psychology of Everyday Things.

Em seu livro, Norman mostra que a falta de cuidado com gente nos desenhos de qualquer artefacto – torneira, maçaneta, geladeira ou computador – cria tremendas dificuldades de uso. Quem já viajou para outros países deve ter passado por situação como a de não saber como mudar o fluxo d água de uma torneira da banheira para o chuveiro. Todas as tentativas fracassam em tais casos. E ficamos com a sensação de que nos falta inteligência. Na verdade, o que falta em tais casos é um desenho cujo formato converse com o usuário, tornando evidente como usar o aparelho ou o objeto.

Tudo isso acontece porque os designers ao projetar uma máquina, uma ferramenta, um objeto qualquer deixam de considerar como os seres humanos funcionam. Os amantes da tecnologia acham que a lógica das coisas precisa ser aprendida. Norman argumenta que isso é bobagem. O que é preciso é planejar as coisas de acordo com a lógica das pessoas, com os modos pelos quais gente vê o mundo.

As implicações das idéias de Norman para o planejamento de produção, incluindo o da produção de materiais para educação, são muitas. Elas mudam completamente modos de ver produtos de tecnologia. Infelizmente ainda não chegamos lá. Continuamos a pensar que a lógica das coisas deve dominar o desenho de tudo o que produzimos. E com isso perdemos a oportunidade de humanizar o uso de toda e qualquer tecnologia.

Ali em páginas coloquei a tradução de alguns trechos do livro famoso de Donald Norman. Os trechos traduzidos tinham por finalidade alimentar um papo com meus companheiros do PIE – Programa de Informática e Educação do Senac de São Paulo. Gentes interessadas em conhecer um pouco das idéias do Norman podem dar um pulo lá no número 011 de páginas .

Anúncios