Archive for 13 de março de 2008

“O autodidata é um ignorante por conta própria”

março 13, 2008

quintana.jpgEu ia dar a este post apenas o nome do grande poeta gaúcho, Mário Quintana. Depois, por motivos que o leitor logo compreenderá, resolvi colocar um texto completo de Quintana no título.

Pensador é um site que seleciona e publica pequenas antologias de grandes escritores. Gosto muito dos textos de Mário Quintana selecionados pelo Pensador. Não apenas porque Quintana é um poeta que merece ser lido, mas também porque muitos de seus textos servem como uma luva a propósitos de exemplificar que escritos se casam bem com a Web.

É possível, tecnicamente, reproduzir qualquer texto na Web. Nela cabem enciclopédias inteiras, dicionários parrudos, calhamaços de qualquer área do saber. Mas o ambiente não é uma área de impressão. É uma tela que pode incluir, além de texto, luz, cor, movimento e ação. Por isso é bom pensar bem que textos convém colocar na Web. Nela os chatos não têm vez. Excluamos pois os textos chatos. Os longos também devem ser evitados. Fora com eles! Os sem sal, nem se diga. Livremo-nos dessas coisas sem sabor. O que sobra? Sobram textos mais curtos, bem humorados, mais imaginativos. Querem ver textos com estas características? Dêem um pulo lá na seleção de textos do Mário Quintana feita pelo Pensador.

Uma delícia, não? Precisamos ler mais coisas assim para buscar inspiração de como escrever no espaço Web. Uma excursão pelos textos de Quintana pode complementar uma outra proposta que já fiz aqui: a de ler e escrever microliteratura. Vejam o que que já escrevi sobre a matéria, clicando bem aqui.

Termino com um pedido. Escrevam em comentários para este post um ou mais microcontos que não ultrapassem os cento e cinquenta caracteres. Vai ser um bom treino em microliteratura. E talvez vocês se encantem com esse modo de escrever que pode nos ajudar muito no caminho de produzir textos mais bonitos e bem alinhados com a estética da Web.

Anúncios