Boa prosa é fundamental

Blog é prosa. Apesar das aparências, blog não é diário eletrônico. É lugar de conversa. Sua arquitetura, portanto, está voltada para a construção de ambientes que incentivem bons papos. Razões de ordem técnica fazem com que a conversa em blogs seja uma prosa que passa pelo texto. Este último não é fim, é meio. Assim, ao contrário do que muita gente pensa, blogs não são publicações eletrônicas, são espaços onde podemos fazer convites para um prosear sossegado, interessado, gostoso. Por isso, já reparei num outro blog que Paulo Freire seria um blogueiro de primeira, pois era um proseador sempre disposto a promover grandes papos.

Como o texto é o meio dialogal das conversas blogueiras, espera-se que os conversantes tenham uma prosa (literária) atraente. Texto sem sabor, mesmo que o assunto seja interessante, não incentiva o prosear. Escrevo tudo isso pensando no blog de meu amigo Juvenal Alvarenga. O espaço é simplizinho. Não tem qualquer tecnalidade esfuziante. É como aquelas casinhas de planta básica oferecida pela prefeitura. Mas a prosa é deslumbrante. O texto do Juca emociona e convida o leitor a entrar na conversa. Pena que o autor escreva pouco. Para bem apreciar as virtudes de tal blog, convido o leitor a ir até lá e ler um ou mais posts. Recomendo As Cinzas do Meu Irmão. Entre na conversa com o Juca em

Juvenal Alvarenga

Em As Cinzas do Meu Irmâo, meu amigo Juvenal abre-se para uma conversa sobre a solidão de um irmão que se foi, e mesmo na última viagem quer estar sozinho. O texto nos emociona por muitos motivos. O principal talvez seja a nossa descoberta de que as pessoas são mistérios. Na leitura do post percebemos que pouco conhecemos nossos irmãos, pais e filhos. Ou se deles sabemos algo muito especial, pouco entendemos os motivos, as escolhas, as cismas. E tudo isso vai desabrochando por causa da beleza da prosa do Juca.

Quer melhorar o seu blog? Quer ter mais gente na roda de conversa? Quer encantar os interlocutores? Procure produzir boa prosa. Na dúvida, leia e releia com cuidado e gosto os posts do Juvenal.

Anúncios

13 Respostas to “Boa prosa é fundamental”

  1. Fátima Franco Says:

    Oi, professor:
    Pois é, o seu também é um blog bom de prosa. E, prosas interessantes, que ajudam no trabalho da gente. E por isto, eu vim avisar que fiz uma referência a seu blog e ao trabalho de WebGincana de seus alunos(que trabalharam com o Folclore)como sugestão de leitura e escrita na sala de aula.
    Espero que seus alunos não se importem.E aproveito para parabenizar a turma pelo trabalho muito bem feito.
    Abs,

  2. Rayssa Winnie Says:

    Realmente, é importantíssimo que a prosa do blog seja agradável, atraente e interativa.
    Mas ô coisinha difícil! Pelo menos neste momento percebo assim, mas nada impede que daqui há algumas semanas isso torne-se uma prática natural pra mim.
    Até cheguei a pensar que é preciso ter um “dom” para alimentar um blog de prosas gostosas, mas a realidade mostra outra coisa… quando o blog é criado você pode ficar patinando e os leitores podem não participarem ativamente da prosa. Mas, já comprovei com algumas colegas da sala que tudo isso é passageiro (lógico, que somente quando vc tem o objetivo de lapidar o seu modo de escrever).
    Foi bom ter lido isso hoje, minutos antes eu estava pensando comigo mesma sobre este assunto.
    Inté!

  3. anaeluciana Says:

    Professor Jarbas,
    Realmente eu fiquei paralisada por alguns momentos lendo o post mais recente do Juvenal. A história do seu irmão é muito parecida com a minha, pois quase não damos a importância para os momentos vividos com pessoas queridas e quase sempre nos distanciamos dos familiares, quando passa o tempo ou por alguma infelicidade perdemos nos deparamos com as lembranças dos momentos vividos e mais inda daqueles que não passamos juntos…
    Vou reavaliar os meus posts e procurar pesquisas sobre assuntos interessantes e que sejam legais para o leitor.
    Agradeço pelas dicas fundamentais para o meu crescimento!
    Abraço!
    Luciana Raspa.

  4. Marina Beatriz dos Santos Says:

    Olá, prof Jarbas, todos os textos que li no boteco escola realmente são muito interessantes… Porém acredito que blogs não são para todos… Eu, por exemplo, não consigo me familiarizar com essa ferramenta… tentei várias vezes, mas acredito que cada vez mais estou ficando menos empolgada… Agora tentarei um outro tema para meu blog, e essa será minha última tacada…

  5. Aline Says:

    Hello Teacher!!!
    Prosa? Eita trem bão!
    Pois é, pode até parece demagogia, mas pode ter certeza costumo visitar o blog “BOTECO ESCOLA”, porém ainda não peguei o hábito de comentá-lo… Aliás o nosso blog está precisando de um “up”, não fomos felizes com a escolha do tema, percebemos que não estamos preparadas para “prosear” sobre Projetos Sociais, pois nossa bagagem é ainda muito pequena!
    Um abraço,
    Aline.

  6. Lúcia Says:

    Olá professor:
    Imaginava que o tema escolhido pudesse ter sido algo mais atraente.
    Infelismente, não posso falar que o meu blog é bom de prosa não estava preparada para abordar este tema. No começo acreditava ser algo que fosse chamar atenção do público mas me decepcionei. Irei começar do zero com algo novo.

  7. Luana Barbieri Says:

    Olá professor,
    Achei muito interessante o Blog do Juvenal Alvarenga, precisamos de pessoas assim, que escrevem como ele. É prazeiroso prosear com pessoas que dominam a linguagem, que sabem escrever um bom português.

    O convite ao Blog parte de sua estrutura tanto visual quanto linguística, por isso, ele deve atrair não só pela imagem, mas também pela qualidade do conteúdo. E para isso temos que ser criativos, usar expressões que atraem os nossos leitores.

    O texto que nos emociona “As cinzas de meu irmão”, nos leva a pensar e refletir sobre o nosso dia-a-dia com os familiares, que muitas vezes pela correria, esquecemos e deixamos para segundo plano.

    Abraços e até a próxima….
    Luana.

  8. Maria Figueiredo Says:

    Olá Jarbas!
    Quando comecei tive muitas dificuldades de como iniciar prosas no meu blog, acredito que até agora ainda estou buscando meios de blogar textos mais interativos, porém, confesso: Não é nada fácil. Mas isso não será um empecilho para mim, pelo contrário, continuarei tentando, uma hora chego lá. O importante é que estou fazendo algo que me propus e divulgando por meio desta ferramenta minhas preocupações e pesquisas na área da Educação. Tenho muito ainda a fazer e continuarei colocando temas que considero importantes para educadores e pais “prosearem”.

  9. Ana Paula Says:

    Olá Professor Jarbas…

    Os textos do Juvenal são muito poéticos e interessantes. Ele tem o dom para esse tipo de coisa. Acho apenas que ele deveria escrever sobre coisas felizes, alegres e engreçadas, está muito triste, pois foi assim que me senti após ler seus posts.

    Gostaria de poder blogar novamente e encontrar coisas que retratam felicidade, pois tenho certeza que com sua experiência de vida, participou de momentos tanto cômicos como tristes.

    Acho que as imagens e os temas dos posts chamam a atenção das pessoas, e se o assunto e imagem a interessam, acabam entrando e comentando sobre o post. Com isso, as pessoas podem conversar sobre assuntos que as interessam e podem até trocar experiências por meio do Blog.

    Abraços e até mais…

  10. Luciane Says:

    Olá Professor!

    Quando li o post As cinzas do meu irmão, num instante me lembrei do meu avô, apesar de ser parecido com o irmão do Juvenal em apenas em um aspecto: encarava a solidão e a morte diferente da maioria das pessoas deixando alguma delas intrigadas, a questão do mistério que algumas pessoas transmitem. Tenho uma recordação do meu avô, quando estava com seus oitenta e quatro anos, ainda lúcido e sem maiores problemas físicos decidiu escolher a melhor foto para colocar em seu túmulo e ainda perguntava a nossa opinião sobre ela!! Na verdade eu admirava aquela atitude, enquanto outras pessoas não queriam nem pensar em morte ele a encarava de uma maneira prá lá de natural, ou talvez sobrenatural? Mesmo com tudo, meu avô era tranquilo, alegre, brincalhão e muito risonho, longe de ser depresivo, como de repente possa transmitir este relato. Enfim… Lembrei do meu avô… Acho que algumas coisas na vida ficam menos tenebrosas quando encaradas com naturalidade. Outro assunto que me chamou a atenção foi quando o autor disse que o estado de felicidade vicia e que seu irmão as vezes a evitava por não ter que sofrer durante as vezes que ela não aparece… Concordo que a felicidade vicia, mas discordo em evita-la, pois se encararmos sua ausência com calma e naturalidade sabendo que sua falta é apenas um estado passageiro que serve para a sua volta ter mais sabor, entendemos que a felicidade esta sempre a nossa disposisão.
    Um grande ABRAÇO!
    Luciane.

  11. JUVENAL Says:

    CARO JARBAS. Graças a você e sua generosidade sinto-me gratificado pelas palavras que tenho recebido daqueles que dedicaram alguns momentos lendo minhas escrevinhações. Creio que nunca fui tão fico (e entendido) assim. Obrigado por esse carinho – que neste crepúsculo da vida já começa a me fazer falta. Grande abraço. JUVENAL

  12. anaeluciana Says:

    Oi! professor. Já dei um passeio pelo blog do Juvenal e fiquei encantanda com os seus escritos. além de apreciar a história do seu irmão, fiquei encantada com o Tarzãn , que tambem faz parte da minha infancia e com outros textos sobre cinema antigo. fiz comentários e lhe enviei um e-mail, ao qual ele carinhosamente respondeu. acho que ganhei um novo amigo.
    disse que era sua aluna e ele respondeu: – SE ESTAS NA MÃO JARBAS, ESTÁS EM BOAS MÃOS!
    – SERÁ QUE ELE ESTÁ MESMO CERTO DISSO? bincadeirinnnnnnnnnha!

    UM ABRÇO! ANA GRANADO

  13. myllena Says:

    oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: