Archive for junho \27\UTC 2007

Um boteco. Sem adjetivos.

junho 27, 2007

Bons botecos dispensam qualquer adjetivo, inclusive o bom como sugere o início desta sentença. São simplesmente botecos, locais de boa prosa, para encontrar os amigos, tomar umas e outras, jogar conversa fora, comer um bolinho único que dispensa cardápio. O melhor de tudo num boteco digno do nome é a prosa, a conversa, o papo, o encontro com amigos, as mentiras inofensivas contadas com muita seriedade, as apostas (que nunca serão pagas) sobre o próximo jogo, partidas intermináveis de palitinho, e, outra vez, a prosa. É assim no São Benedito, lá em Piracicaba. E agora, por inciativa do Tonhão (Antônio Morales) e reportagem fotográfica do gerente do Senac em Pira, João Henrique, temos aqui foto do afamado lugar. Obrigado aos amigos que tornaram isso possível.

barsaobenedito23.jpg

Um texto para ler e meditar

junho 25, 2007

Publiquei uma tradução das páginas finais de Left Back, livro de Diane Ravitch sobre os equívocos da Escola Nova. Vale a pena conhecer tal material. Se você for curioso e quiser saber mais, dê um pulo lá em 6. A Importância das Escolas.

ravitch1.jpg

 

Um grande diálogo

junho 25, 2007

As educadoras Diane Ravitch e Deborah Meier estão realizando um grande diálogo por meio do blog Bridging Differences. No espaço por elas compartilhado, as mensagens fluem de modo alternado, tornando pública uma discussão de duas pesquisadoras que, apesar de inúmeras discordâncias, defendem uma educação pública, de boa qualidade, e acessível para todos . Ambas as autoras são especialistas e militantes na área de políticas educacionais e, quase sempre, discordam quanto a princípios ou a detalhes. Os textos são deliciosos, bem humorados, escritos num inglês coloquial e elegante. Os temas são atualíssimos e referem-se a estudos ou eventos que estão rolando no contexto educacional americano. Mas há também observações sobre educação em outras partes do planeta. Agora, por exemplo, dada uma viagem de Deborah à China, a conversa está voltada para situações muito interessantes observadas no grande país asiático.

O modo de blogar em Bridging Differences é um belo achado. Ele concretiza , nas palavras de um velho amigo, “uma conversa de gente grande”. E quem pode acompanhar tal conversa tem o privilégio de participar de um debate entre duas mentes brilhantes, além de comprometidas com os mais nobres fins da educação. Recomendo, com todas as estrelas possíveis, Bridging Differences.

Beers & Blog

junho 18, 2007

Beers&blog Buenos Aires Dia 28 próximo acontece um encontro de blogueiros em Buenos Aires. E tal encontro será num bom boteco. Por isso o nome do evento é Beers&Blog. Traduzindo para o vernáculo: Cerveja&Blog. Parece ser uma ótima combinação. Este Boteco se associa virtualmente ao evento, desejando muito sucesso aos realizadores e participantes.

Dicas sobre blogs em educação

junho 18, 2007

Acabo de postar um texto muito útil de Anne Davis, importante edublogueira da primeira leva de educadores que criaram coisas muito originais com os diários eletrônicos. Trata-se de uma tradução que cometi em 2005. O material está aí do lado na Página de número 5. Comentários serão bem vindos aqui ou lá.

WebGincanas

junho 17, 2007

Desde 2004 venho desenvolvendo um modelo de organização da informação para usos da Internet ao qual dei o nome de WebGincana. Tal modelo não é uma idéia cristalizada, é uma estrutura que vem se modificando na medida em que meus alunos a utilizam e testam como parte de sua aprendizagem em Tecnologia Educacional. Além disso, nessa aventura de fazer-aprender, contei com a colaboração de muitos educadores do Senac de São Paulo, e conto sempre com o apoio e sugestões de dois amigos : Carla Bettioli e Carlos Seabra.

Embora WebGincanas não sejam o alvo do Boteco Escola, resolvi começar uma conversa sobre o tema aqui no pedaço. Para tanto, coloquei algumas informações preliminares sobre o assunto ali do lado em Páginas; mais especificamente em 4. WebGincanas de alunos. Visite a citada página e deixe lá suas considerações. Meus alunos e a (por enquanto) pequena comunidade de webgincaneiros ficarão muito agradecidos.

Compartilhando mais saberes

junho 16, 2007

Quinta passada, realizamos mais uma rodada do painel de saberes sobre blogs no 4° ano de pedagogia. Três grupos apresentaram os textos estudados, utilizando roteiros em Powerpoint, devidamente publicados no Slideshare. Vou apontar aqui duas das comunicações feitas na ocasião. Ambas as comunicações partiram de textos que podem ser encontrados numa fonte precisosa, um número da revista eletrônica Telos, cujo caderno central é uma publicação monográfica dedicada aos blogs. Vale a pena conhecer esse material. Para que você possa entrar na roda, cumprimentar as meninas pelo bom trabalho, contribuir para nosso estudo, embebedar-se com nossa admiração crescente pelas virtudes da blogosfera etc. , seguem os links dos roteiros apresentados:

Blogs, cafés e conversação

junho 14, 2007

Já registrei neste espaço a importância de cafés, bares e botecos como locais da esfera pública onde corre solta uma conversação livre, criativa, propícia a aprendizagens não reguladas.  Essas idéias não são novas, nem originais. Muita gente respeitável já falou e escreveu sobre isso. Para quem gosta de “fundamentos” sobre assuntos discutidos na academia, cito  uma passagem do livro História Social do Conhecimento, de Peter Burke, abordando a importância dos cafés na promoção de um saber inovador:

Os cafés desempenharam papel importante na vida intelectual italiana, francesa e britânica a partir do século XVII. Palestras sobre matemática eram oferecidas no Dougla’s e no Marine Coffe-House em Londres, enquanto o Child’s era para livreiros e escritores, o Will’s para o poeta John Dryden e seus amigos, os refugiados protestantes se reunindo no Rainbow. Em Paris, Procope, fundado em 1689, servia como ponto de encontro para Diderot e seus amigos. Os donos de cafés frequentemente exibiam jornais e revistas como modo de atrair clientes, encorajando assim a discussão de notícias e o surgimento do que é muitas vezes é chamado de “opinião pública” ou “esfera pública. Essas instituições facilitavam encontros entre idéias e indivíduos. (p. 50-51)

Para continuar fiel a meu intuito de mostrar que este Boteco procura manter uma tradição intelectual respeitável, ofereço aqui referência completa da obra citada:

BURKE, P. (2003).  Uma História Social do Conhecimento. De Gutenberg a Diderot. Jorge Zahar Editor: Rio de Janeiro.

 

Dois blogs exemplares

junho 9, 2007

Há muitas formas de blogar. Quais as melhores? As mais criativas, as mais imaginativas. Não basta entender a ferramenta e elaborar mensagens. Não bastam imagens, fotos etc. É preciso elegância, layouts de bom gosto, textos sedutores, graça, leveza e muito mais. Criatividade e imaginação. A direção deste comentário é coerente com uma campanha que venho fazendo junto a meus alunos da Licenciatura. O bordão de tal campanha é o que segue:

TECNOLOGIA=FERRAMENTA+IMAGINAÇÃO

Exercer radicalmente a imaginação é o caminho. Mas não basta vontade de criar, romper com padrões estabelecidos, procurar beleza. É legal espelhar-se em bons exemplos. Duas indicações feitas hoje pelo Boingboing são casos exemplares. A primeira delas é um blog que examina caixas de correio feias. Coisa estranha, não? Mas isso faz muito sentido nos EUA. Lá as caixas de correio são uma instituição nacional. Quase todas as casas as tem. Por motivos vários, muita gente constrói caixas de correio originais. Algumas são obras de arte, outras são feias de doer. Tal circunstância levou uma blogueira a criar um espaço que mostra caixas de correio super hilárias. Cada caso é ilustrado por uma foto, quase sempre acompanhada por um texto de extremo bom gosto e muito humor. Um blog refrescante. Nome: Ugly mailboxes blog .

A segunda indicação do Boinboing é um espaço Web destinado a conversas sobre como usar a Internet com eficiência. Tal espaço é coordenado pelo autor do livro Rule the web: How to Do Anything and Everything on the Internet – Better, Faster, Easier . A idéia não é nova. Outros autores já fizeram coisa parecida. Mas a possibilidade de continuar uma obra na Web, dialogar com os leitores, conversar sobre a temática do livro, acrescentar novas informações ao que foi colocado no texto publicado em papel é sempre algo muito dinâmico e gostoso de fazer (tanto para o autor como para os leitores). Ah! Para quem ainda tem alguma dúvida sobre o título do livro, aqui vai uma tradução: Domine a web: Como Fazer Qualquer Coisa e Tudo na Internet – Melhor, Mais Rapidamente, Mais Facilmente. Quer ver o lugar? Clique em Rule the web.

Segue uma das incriveis (e feias) caixas postais de muito sucesso na Flórida e que não prima pelo bom gosto:

Correspondentes do Boteco Escola

junho 3, 2007

Você põe seu blog na rua e as coisas começam a acontecer. Gentes de perto e longe vão aparecendo, entrando na prosa, ficando amigas. Chamar isso de formação de redes é algo muito frio, impessoal. Na verdade, esses encontros na blogosfera acabam selando amizades às vezes mais firmes e duradouras que as feitas face a face. A blogosfera tem muita força afetiva.

Em mais de quatro anos como blogueiro fui descobrindo pessoas que se afinam com muitas coisas que sinto e penso. Ficaram amigas. Desde a inauguração deste Boteco, planejei convocar alguns desses amigos e amigas para atuarem aqui no pedaço como correspondentes. Mas não defini tal papel. O que espero é que os próprios correspondes, em colaborações com o projeto – a miniblogosfera constituída pelo Boteco e blogs dos meus alunos – definam na ação a “correspondência”.

Esperei um pouco para divulgar a idéia de correspondentes de blog. Faço-o agora, pois duas amigas já aceitaram a missão. A partir de hoje, são correspondentes de fé e cúmplices do Boteco Escola as edublogueiras Miriam Salles e Andrea Toledo. Para conhecê-las melhor, dê uma chegada até a página 2 aqui do Boteco.